Como fazer um cálculo do seu salário líquido

Para quem trabalha em regime CLT (popularmente conhecido como carteira assinada), sabe que o seu salário passar por alguns descontos até chegar no que você recebe realmente.

O valor sem descontos, que é informado na contratação, é chamado de salário bruto. Já o dinheiro que realmente recebe, chamamos de salário líquido.

O problema é que muitas pessoas não têm ideia dos descontos que são feitos no quanto recebe e não conseguem se programar para o próximo mês, tendo algumas surpresas nos holerites.

Para isso não acontecer mais, criamos esse artigo com os principais descontos e cálculos salários líquidos; assim você entende mais do assunto e não passa aperto.

INSS

Ele é descontado para você ter uma aposentadoria no futuro, ou como base para pagamento do seguro desemprego, caso você seja demitido.

O cálculo salário líquido para descontar o INSS é feito multiplicando o salário bruto por porcentagens e o valor será enviado à previdência social.

  • Salários de até 1.751,81: 8%
  • De 1751,82 até 2.919,72: 9%
  • De 2.919,73 a 5.839,45: 11%

Ou seja, supondo que seu salário bruto seja 1.500 reais x 0,08 = 120 reais de desconto do salário bruto.

Imposto de renda retido na fonte

Chamado de IRRF, ele calcula os descontos do salário bruto sem INSS, e são descontados direto pelo empregador e destinado à Receita Federal. Os cálculos ficam:

  • Até 1.903,98: 0%                          – parcela dedutível: 0,00
  • De 1.903,99 a 2.826,65: 7,5%        – parcela dedutível: 142,80
  • De 2.826,66 a 3.751,05: 15%         – parcela dedutível: 354,80
  • De 3.751,06 a 4.664,68: 22,5%      – parcela dedutível: 636,13
  • Acima do valor de 4.664,69: 27,5% – parcela dedutível: 869,36

Ou seja, considerando um salário de 1500 reais, você não teria desconto de IRRF. Mas se o seu salário fosse de 2.500 reais, por exemplo, ficaria assim:

INSS: 2.500 x 0,09 = 225 de desconto. Resultado: 2.275,00.

IRRF: 2.275 x 0,075 = 170,62 de desconto – Parcela dedutível de 142,80 = 27,82.

Ou seja, o valor descontado no final será de apenas 27,82.

Descontos adicionais no salário

Além dos descontos que são utilizados em toda a empresa, existem alguns que dependem dos benefícios que recebe, como:

  • VT (Vale transporte): máximo de 6% do salário bruto.
  • VR ou VA (Vale Refeição): só é obrigatório quando previsto em contrato ou convenção coletiva; se nada for descontado do seu salário, passa a integrá-lo, porém não pode exceder 20% do salário contratual.
  • Planos de saúde: depende do contrato que determinados planos possuem, portanto é importante ler os valores de descontos.
  • Contribuição sindical: é descontado todo mês e equivale a um dia seu de trabalho.

Para saber de outros descontos e fazer o cálculo salário líquido, é importante consultar o seu contrato CLT na empresa e entender os valores que são retirados caso tenha um plano odontológico a mais, por exemplo.

Todos os descontos: salário líquido

Supondo que você tem os descontos de INSS, IRRF e Vale transporte, vamos calcular o seu salário líquido no final:

Salário bruto de 1.500 ao mês:

  • INSS = 120,00
  • IRRF = 0,00
  • V.T.  = 90,00

Salário líquido: 1500 – 120 – 0,00 – 90,00 = 1.290,00

E então, ficou com alguma dúvida de como fazer o cálculo salário líquido? Então, comente aqui embaixo e não tenha surpresas nos próximos meses.

Categorias Notícias

Deixe um comentário